Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Alicerces do amar.

Eu mergulho na pureza do teu olhar, nela já não vejo mais o reflexo do que te está a frente, só consigo enxergar o vermelho do seu coração, e o branco neve da sua alma, eu tenho delírios com momentos como esse, mesmo distante de você eu ainda não paro de enxergar teu coração e o quanto ele bate,  e a cada momento como esse eu tenho mais certeza do meu amor, e a cada segundo que se passa esse amor aumenta,  e te amar a cada dia mais interpreto como um dom e te ter cada dia mais percebo que não sei se estou pronto para isso, mas jamais deixarei minhas incertezas agirem por mim, pois te amar é o que me torna assim ameno e de sublime marfim, e tudo isso só me leva a te amar e te querer mais e a cada palavra que escrevo é mais uma lagrima que rola no meu rosto, e sem força para secá-las continuo a escrever, tentando falar do meu amor, deixando expresso no papel o que por você eu sinto, escrevo sobre tudo que me reveste todos os dias, tudo que me toma, tudo que me da prazer. Tudo,  acho que é dessa palavra que parte o que você significa nos meus pensamentos, nos meus afazeres, nas minhas falas.
Porque eu me baseio em tudo que você me diz, porque eu me conforto em tudo que você faz para mim, porque eu necessito de você todos os dias, porque eu só sossego quando você chega, porque eu só me tranqüilizo com noticias suas.
e de tudo que eu mais sonhei, você foi o que de mais perfeito se realizou, porque tudo que agente vive juntos se eterniza na mais estreita lembrança, no mais cumprido conto de fadas minhas realizações dependem das suas e assim você também me diz, e minhas palavras estão alicerçadas no nosso amor.

Um comentário:

  1. Eu só tenho que te parabenizar pelos seus textos Carlos, são maravilhosos!

    ResponderExcluir