Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Poema especial - Autoria: Márcia Borges (Minha mãe)

As paixões são como ventanias que inflam as velas dos navios fazendo-os navegar, outras vezes podem fazê-los naufragar, mas se não fossem elas não haveria viagens, nem aventuras, nem novas descobertas.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

O sentimento.

Permita-me dizer que não existe nada tão formoso como nossa forma de amar, como nosso sentimento que nos toma por inteiro, que nos inibiu a certeza do sofrer, claramente nos ensina a viver todos os dias, nos adéqua pra realidade, nos transborda de sonhos e vontades...
Nos transporta pra outra dimensão, onde existe compreensão de verdade, pois lá, o amor é entendido e tratado com igualdade... Diferente daqui, que é onde o amor é tratado com libertinagem, desconcertado e com distorção de significado. Aqui há falhas, diferente do amor, que nele falhas não há, ouso dizer que de tão sublime, os seres foram incapazes de encontrar falhas pra contar. Eu falo de amor, e não de outra coisa qualquer que possam sentir e confundir... Existem muitos sentimentos sendo expressos nesse momento, alguns se confundem com o amor, mas na verdade dele não são merecedores, não sou eu quem vou julgar, só vim ao mundo para a amar, presenteado com o dom de me expressar com palavras que emanam  do coração, ou coração virtuoso capaz de sentir esse calafrio que vem da mais pura criação... Eu fiz proveito desse sentimento, dessa paz, desse talento, me trouxe paz, tal qual sinto nesse momento, vivo e gozo todos os dias, não quero que isso se finde, nem se acabe, só quero essa existência confortante, que me satisfaz por muito mais que apenas um instante... É amor, é amor o que eu sinto nesse momento apaixonante.

domingo, 9 de outubro de 2011

Poema incompleto - Infindável amor -

E mesmo que tudo me faltasse... o teu amor me bastaria.
Então, eu sobreviveria... Não de sonhos, mas de alegria.
Se passariam os dias, as semanas, os meses, então, os anos
se passariam, mas o amor, ainda sim existiria como estrelas
na imensidão da noite, ou como o azul do inundar dos oceanos
nos existiríamos por longos e infindáveis anos.








Cumpra a sua promessa de ficar pra sempre, sem jamais me deixar partir, sem deixar nosso “pra sempre” acabar.


Meus medos, minhas alegrias são um só.

Meus medos, meus medos não existem, meus medos se baseiam em você, são presentes ali, nas possibilidades ocorrentes de te perder, de não passar com você a minha vida, deixando que você saia daqui levando de mim o meu você, meus medos e minhas alegrias são um só, estão presentes em um só corpo, em uma só alma, os sinto com uma só presença, a tua...
Se a tua presença me falta, minhas alegrias se vão e meus medos se tornam maiores e mais forte, me sobrevêm de forma fugaz, quando você não está, me falta até a certeza, se sou capaz de realizar, tudo que juntos fomos capazes de sonhar... É como se tudo sobre mim, emanasse de ti, minha força, minha luz, minha coragem, minha paz, determinação e felicidade... Eu desejo todo dia pra que você nunca se vá, pra que esteja sempre aqui, e que nunca paremos de nos desejar... Não foram poucas as vezes em que chorei por receio de ver você partir, uma vez até chorei por não ter mais você, mas você voltou e eu tornei a sorrir, mas de maneira alguma você pode ir, ou não saberia reagir a vida sem você... Eu preciso de você porque na noite de sono, os sonhos podem ser ruins e você tem que estar na minha realidade pra me mostrar que eu posso me sentir bem, ou pra quando me faltar uma realidade realmente feliz, você venha ser o motivo da minha alegria, que eu viva não só de sonhos, nem só de alegrias, mas que eu viva só da tua companhia... Porque me sobraram poucos anos, poucos anos na minha vida, pra fazer dela a tua vida, então, eu tenho de me apressar pra ao seu lado sempre e sempre viver e nos realizar...