Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

O sentimento.

Permita-me dizer que não existe nada tão formoso como nossa forma de amar, como nosso sentimento que nos toma por inteiro, que nos inibiu a certeza do sofrer, claramente nos ensina a viver todos os dias, nos adéqua pra realidade, nos transborda de sonhos e vontades...
Nos transporta pra outra dimensão, onde existe compreensão de verdade, pois lá, o amor é entendido e tratado com igualdade... Diferente daqui, que é onde o amor é tratado com libertinagem, desconcertado e com distorção de significado. Aqui há falhas, diferente do amor, que nele falhas não há, ouso dizer que de tão sublime, os seres foram incapazes de encontrar falhas pra contar. Eu falo de amor, e não de outra coisa qualquer que possam sentir e confundir... Existem muitos sentimentos sendo expressos nesse momento, alguns se confundem com o amor, mas na verdade dele não são merecedores, não sou eu quem vou julgar, só vim ao mundo para a amar, presenteado com o dom de me expressar com palavras que emanam  do coração, ou coração virtuoso capaz de sentir esse calafrio que vem da mais pura criação... Eu fiz proveito desse sentimento, dessa paz, desse talento, me trouxe paz, tal qual sinto nesse momento, vivo e gozo todos os dias, não quero que isso se finde, nem se acabe, só quero essa existência confortante, que me satisfaz por muito mais que apenas um instante... É amor, é amor o que eu sinto nesse momento apaixonante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário