Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Falta amor..

Recuperar a força pra viver, encontrar dentro de si algo que te motive a lutar, aquilo sempre esteve ali, mas parecia que uma venda te encobria o olhar e não o permitia ver o que nitidamente era reproduzido nos teus pensamentos, um abrir de olhos, você se pega numa visão turva, não consegue saber o que está vindo em sua direção, mas consegue finalmente ver o que sim pode te deixar vulnerável e te fazer cometer loucuras deverás arriscadas e incompreensivas, você se pega em meio a paixão, tal como ela que incendeia tua alma na mais calorosa das fulguras do prazer de existir e então com o passar do tempo, as músicas que antes pareciam sem sentido passam a ser compreendidas por você, você nota uma contemporânea mudança em tuas individualidades e passa ser uma pessoa solidária e pensativa, surge rumores de que você está a amar e você nega até a morte querendo esconder o que passa no teu interior por achar vergonhoso e desconhecer o que é o amor. Você para os alheios não se permite ser fraco, sempre com uma fagulha de razão na ponta da língua e uma agulha em tua mão para espetar o primeiro que cometer um deslize que você por ser quem é não vai deixar passar, mas aquilo permanece em você e cresce como uma planta, porém não é de água e luz solar que o mesmo cresce, é sim de bons sentimentos, compaixão e devaneios de enobrecimento pelo amor, tudo que antes era importante pra você passa a ser fútil e ilusório, novas características passam a ser traçadas em tua personalidade, não queres mais aventura, passa a valorizar o que pode ser duradouro, busca a objetividade em tudo e trata de seus sentimentos em primeiro plano e que contradiz um passado de tormentos e dor. Você hoje vive em meio a serena culpa de conhecer o tal do amor, que muitos temem e deixam que o rancor se prolifere em seu lugar, direcionando-se a um caminho de perdição, porque quando mais ferido for teu coração, mas demorada essa possível cura se torna, você se alegra por ter batido a tua porta essa felicidade, mas por solidariedade se entristece, pois quando os demais decidirem amar, será muito tarde e o tempo da cura pode ser tão extenso e a morte os abraçará, mas a magoa desse sentimento (amor) não se dissipara dos outros corações.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Uma visão sobre o que é felicidade em sua plenitude...


A real sensação do que é se sentir feliz, de encontrar em si o motivo pra o sorrir e olhar ao seu redor e ver apenas complementos para esse acontecimento, de trovar os teus pensamentos e deixar clara a sua comunhão com a felicidade... De falar em silêncio da tua felicidade, de expressar com os olhos o que passa no teu coração, que ouçam do mais longe que estiverem o som da festa que faz a tua alma em se sentir alegre. As reais sensações do que é felicidade será que você conhece?
  Reconsidere tuas ações, abrace o teu coração e veja tudo que você faz pra ser feliz, às vezes é você mesmo que distancia tua felicidade de ti, por não saber o que realmente ela seja. Você toma caminhos dos quais não deveria seguir neles, apóia decisões impensadas do teu raciocínio, buscando proveito de tudo que vive de uma maneira mesquinha e ilusória. Teus conceitos do que é felicidade estão ultrapassados, você não mais consegue enxergar o que te completa e enobrece no calor das manhãs e com o cair da noite você se sente só, não tem a certeza de que em outro lugar nesta mesma noite tem alguém a pensar em você, alguém esse que você seja recíproco, que você diga palavras doces e queira bem do fundo do teu coração, sem querer nada em troca somente a felicidade, e pelo simples fato de você recompensar essa pessoa a mesma faz de tudo por você. Rouba-lhe sorrisos e arrecada de ti lágrimas que fertilizam esse sentimento que ele sim é proveniente da felicidade, por não deixa de lado toda essa amargura e agarre com todas as tuas forças o que realmente te quer bem? O que realmente te faz bem? Viva com a sensação de que o que foi vivido foi feito por inteiro. Tudo que é pela metade não é satisfatório a ponto de ser recordado com orgulho, só trás lembranças de inconformidade, você precisa agarrar mais o que é pra ti, o que foi feito pra ti, e se você não é capaz de enxergar essas coisas, busque amadurecer para que consiga ver, ou não serás completo nunca. O privilégio de ser feliz em sua plenitude é pra poucos, os que não temem a felicidade.

(Lembre-se é impossível ser feliz sozinho.)

quarta-feira, 18 de maio de 2011

" Um vazio, cheio... Uma presença, solitária..."

Eu tenho uma ferida, que só você tem a cura. Que não vai se sarar se você não se propuser a cuidar da mesma. Eu achava ser forte, mas descobrindo esse amor, identifiquei fraquezas desconhecidas. Fraquezas que assolam a alma me tiram o sono, me levam a paz.. Eu já não sei mais. Um vazio, cheio... Uma presença, solitária... Tudo é muito contraditório ao meu redor, nem ao mesmo no profundo de mim encontro razão, só queria que me desse sua mão. Que não só falasse aos pés do meu ouvido o quanto você me ama, que também gritasse ao mundo esse amor, como eu faço por você, mesmo sabendo que amor não é algo pra que se requeira reciprocidade, você já me ama o quanto “eu te amo”, então porque não explanar isso a multidão?!  São questões que aparecem na minha mente quando me deito para sonhar, elas aparecem juntas a todo esse amor que sinto a você, junta a toda essa vontade de que meus sonhos sejam todos com você... Será que não sei amar ainda, ou será que não mereço o amor?!
Eu preciso desse mínimo que pra você parece máximo para viver em paz. O surpreendente sempre me agradou, quero descobrir teus entre jeitos, quero que conheça os meus. Pra que vivamos em paz, sem brigas que gerem lágrimas de sofrimento e que nós tire o que nos satisfaz, mas reconheço que preciso melhor, deixar alguns aspectos ameaçadores de lado, pra que tudo possa melhorar, da mesma maneira que reconheço isto, reconheço que preciso de tua ajuda, mas será que suportarás me ajudar?!  Eu torço pra que sim, toda a minha esperança se destina pra que isso aconteça. Não apenas por ser o meu querer, mas também pelo bem que isso fará a nós. Sou um emaranhado de confusão, mas sei que junto a você toda essa confusão se dissipa e se vai. A calma que você me trás seria capaz de fazer o mais triste dos viventes repousar em paz. 

sexta-feira, 13 de maio de 2011

A insegurança do sentimento..

Acordei antes do raiar do sol, com uma preocupação peculiar, sem saber o motivo do mesmo, comecei a chorar, pensava constantemente em tudo que pudesse levar você de mim, não sei por que, mas sou assim.. Inseguro, incapaz, incomum, apreensivo, anormal, medroso... Como você preferir interpretar, mas eu como qualquer outro sou feito de sentimentos, dos quais eu não tenho controle, os mesmo que me levam a sorrir pelo simples motivo de estar ao teu lado, e os que me fazem temer a tua partida. Eu não sei o porquê de tudo isso, mas é o que me angústia todos os dias, eu não parei pra notar, mas todos os dias as lágrimas rolam dos meus olhos, como estão rolando agora, ao dissertar tudo aqui, em palavras de desabafo.
Tem horas que me perco do comando do tempo e fico com um medo terreno de não ter aproveitando tudo quanto eu podia ao teu lado, só pelas mínimas possibilidades do destino te levar de mim, é um medo constante, medo esse que me faz assim, cuidadoso, atencioso, compreensivo, amoroso e sempre racional... Tem horas que meu coração grita comandos derreais para minhas ações, mas eu o controlo a rédea curta, para que não fuja da minha razão e eu não me perca nesse poço de emoções que sou. Eu não compreendo as forças desse amor, nem ao menos eu consigo descrevê-lo é mais do que eu possa falar. É aparentemente o que me faz acordar, o que me da forças para caminhar e cumprir com todas as minhas tarefas, e o que constitui o pulsar do meu coração, é o que me energiza quando estou cansado, é o que me capacita para qualquer coisa que eu venha fazer, é algo que me toma por inteiro.. Se as vezes eu não consigo responder as suas expectativas, por mais que você não fale, me castigo por dentro, me auto flagelo, só basta que eu pense que isso aconteceu, é algo de mim, que não devo, não quero e não compreendo. Eu me preocupo é com o dia que eu possa perder está insegurança, almejo para que o mesmo jamais chegue. Todos ao meu redor não entendem o quanto é majestoso esse sentimento, o quanto preciso dele e o quanto preciso de você. Foi algo inesperado, mas que pertencia a mim e chegou porque era necessário.
De alguma maneira o destino soube que eu estava preparado para sua chegada e a fez vir a mim, sendo como bússola em meio a minha perdição. Só peço todas as noites pra que você nunca se vá, não sei como eu me comportaria sem você pra me repreender por aqui, não sei como eu reagiria sem a tua presença consoladora, sem a paz que você me dá, sem o medo que você me proporciona, que por mais insano que pareça é bom. Como você sabe, eu não sou uma pessoa de me render aos meus medos, por mais que eu tema, vou enfrentar. É por isso, que destino todos os meus dias, pra encontrar uma nova maneira pra que você fique, pra te agradar, pra te despertar um sorriso, pra acelerar teu coração por minha causa, é assim que você me faz a todo o momento me pego procurando encontrar um equilíbrio de perfeição e realidade para te satisfazer, é assim que este amor me faz sentir. Ele me tirou as fronteiras das impossibilidades e me ensinou a realizar sonhos. É como se eu tivesse me tornado um super-herói por você, nada mais que você. Como eu já havia dito te dou meu coração por inteiro, não só ele como todo o meu ser, para te prestar condolências de amor, fidelidade, admiração e proteção até que ambos deixem de existir, mas acredito que até mesmo depois desta transição de “vida para morte”, permanecerei a te amar, vai além da vida e dos significados de existência está nossa história de amor, pois quando a vida eu não mais possuir, acredito que vamos nos encontraremos entre as nuvens. 

Silêncio. ( Obra feita em parceria com http://coracaovulneravel.blogspot.com )

Esse teu silêncio acaba comigo, me mata por dentro cada vez mais. Prefiro lhe ouvir dizer que não me ama, do que me amar em silêncio espera que teu silêncio não se transforme em algo pior, talvez em ecos de tristeza. Sua voz é linda, suave, e teu silêncio ensurdecedor. Me leva a calma, faz com que eu sinta dor, não é possível que sejas tão vil, de maneira que me tire a calma e me leve a paz, se é que eu a tenho, pois ela não me apraz sem ti, não sou capaz.
O Silêncio que você me presenteia é forte e tenaz, horas supera meu amor, de forma que eu não o queira mais, mas é sufocante não te amar, tanto que desconhecer tuas sensações só piora e faz com que doa mais, muitas vezes mais. Sou fraco, solitário sem ti. E choro, todas as vezes que percebo que não estais aqui. Junto a mim, com esse teu cheiro de doce jasmim, porque tu fazes assim? Tirando-me tudo, tirando até o que não possuo.. minha própria vida.
A vida que você tomou pra si.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Pilares do amar..

Quando meu mundo perdeu a luz, foi-me sol e me guias-te..
Quando as noites se esvaiam em escuridão, foi-me lua e iluminaste-me..
Tornou-se o bom, quando tudo se mostrava ser ruim..
Quando a guerra se instalava, logo então chegaste como paz..
Em meio a noite frigidas e geladas, foi-me coberta e me aqueceu..
O oásis em meio ao meu deserto.. A calma em meio às turbulências de minhas viagens..
Deste-me destino em meio a caminhadas sem rumo..
Nasceu como flor em meu jardim de espinhos..
Fez transbordar  esperança em mim, quando nela eu não mais acreditava..
O sonho inesquecível, quando eu não mais sabia sonhar..
Salvaste-me quando eu estava a me afogar em dor..
Me ensinou o amor, quando eu desconhecia o que era amar..
Não é preciso dizer, mas não vou parar de falar você foi capaz de me transformar, curou, sarou, cuidou e lavrou o meu coração.. E com isso escreveste seu nome nele, o meu ser tomou você como única e exclusiva dona, minha alma só corresponde aos chamados da tua, o meu corpo se movimenta mediante ao teu ritmo, o meu falar só se rende ao completar o teu..
Em meio a jugos e pesares, você se mostrou ser solução, para o mal contido no meu coração.
Enquanto o amor era “tabu” no meu viver, no seu era a fonte do viver, guiaste-me por esse caminho, alinhou meu coração, que fora da calma, se partia de solidão enganado pela desilusão, partilhaste teus sentimentos bons e vinculou a mim tua emoção..
Sem temer se eu podia ou não magoar teu coração; Eu plebeu e tu como princesa, de orbitas diferentes nos nascemos, de mundo diferentes viemos e hoje partilhamos o mesmo castelo erguido em nossa própria galáxia. Hoje vivemos da pureza de nosso amor, da irreverência de nossos sonhos, da destreza de nosso destino e da sutileza de nossos corações que imersos em amor nós proporcionam o valor do amor.