Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

A falta que você faz.

Hoje eu acordei sem você.
Ao olhar para o lado e não poder te enxergar foi tão triste bateu aquela vontade de me desesperar
coloquei a mão sobre minha cabeça pressionei tão forte meus punhos era como se houve sobre mim, todo o peso do mundo foi doloroso, mas é algo que se tornou tão constante que já tive a decepção de me acostumar, nego ao meu ser todo os dias, esse costumo tolo de acreditar que não vou ter-te para mim, não posso acreditar que uma história que começou com seu “ era uma vez “ não mereça ter seu “ foram felizes para sempre “ eu todos os dias solto novos suspiros quando se inicia uma conversa na qual se trata de você, nas minhas falas sempre a partes que encontro você, não acredito que isso vá acabar assim meu mundo não foi o mesmo depois que descobri o amor que a em ti das palavras que você me disse, em cada uma delas fui capaz de decifrar cada tonalidade de verdade que você queria passar dos sonhos que tive com você, eu nunca vou ser capaz de esquecer porque você transforma meu dia, da onde você estiver por mais que do meu lado eu não te encontre, nos meus pensamentos não vai deixar de estar, em meus sonos sempre vai habitar, nas minha palavras se te procurarem sempre vão achar, você foi entalhada em mim pra nunca mais sair, mesmo que um dia você decida ir, partes suas vão restar muitas coisas ditas não podem se apagar, com a facilidade que foram escritas só vejo dificuldades para dissipar, te vejo, te encontro basta eu com você querer estar, poucas vezes fisicamente nos temos, sempre sobrenaturalmente nos encontramos.

                                                                                                                      Carlos henrique.

Nenhum comentário:

Postar um comentário