Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 12 de abril de 2011

Você não está lá...

Mais um dia eu levanto, e observo o outro lado da cama, todo arrumado percebo que ninguém havia dormido ali, é realmente a dura realidade, ninguém dormiu, mas uma noite percebo que estive só você não estava lá, eu senti frio e os cobertores não foram capazes de suprir, eu senti medo e a solidão o aumentou como eu queria sua presença ali, todas as noites seriam mais completas, mais bonitas, e bem mais proveitosas com você ao meu lado, todos os sonhos seriam muito mais bonitos, porque eu sim teria possibilidades de realizá-los, todas as palavras seriam mais reais, pois sairiam dos papeis e fariam parte do nosso cotidiano, cotidiano esse que tem sinto cada dia mais triste sem você presente nele, por mais que não saia dos meus pensamentos nem um minuto sequer, é explicita a falta que você me faz, fico perplexo como o destino tem sido nosso inimigo, de uns tempos pra cá, como a felicidade tem estado e não estado jogando ao nosso favor, de uns tempos para cá, como os imprevisto tem encontrado nossos endereços, apesar de todas essas coisas eu te faço juras de amor, sem medo de arrepender-me depois, sem nenhuma duvida do que eu quero com você, muito já tenho pelos meus pensamentos, no meu coração e na minha alma, digo muito, muito de você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário